terça-feira, 18 de maio de 2010

Pergunte a quem quiser

Por causa de Vinícius de Moraes e seu canto de Ossanha
e por causa do imenso amor que sinto.

Pergunte pros orixás, pergunte a quem quiser. Amor não é coisa de principiante. Ninguém mora dentro do amor para sempre e, no entanto, ele mora pra sempre dentro da gente. Mesmo quando nos dizem que a vida não é do jeito que gostaríamos que fosse. Mesmo quando o desejo se apresenta às portas do fim. Mesmo quando o sopro da luta se esgarçou tanto que todo ar que entra não basta para continuar a mover o peito. Ninguém me venha dar piedosas interpretações para as tolices de ontem. Ninguém venha por sobre meus passos devorar o caminho por onde andei. Ninguém ouse congelar minha chama, minha verdade fundamental – não vivo sem isso. Mesmo quando o telefone não toca. Mesmo quando ela derrota toda minha humildade com a certeza de que o erro partiu apenas daqui. Pergunte a quem morreu disso. Pergunte aos sozinhos de plantão, que guardam amor demais do avesso, que rimam porque não sabem explicar o rumo dos sentimentos que lhes impede de planejar futuros a dois. Mesmo que tenhamos toda a sorte do mundo, vamos nos encontrar abatidos. Mesmo que agora nos digam ao pé do ouvido “eu te amo”, vamos aguardar em silêncio o afago um do outro. E disso eu sei bastante, pois que desde que nasci sigo vivendo disso. Amor completando as minhas falhas, as minhas ausências. Amor que tem o teu nome em flor madura dentro de mim. Que está riscado na minha pele feito as faixas de um LP. Contra as correntes que me aprisionam, contra os olhos que me duvidam. Pergunte a si, enquanto a cama esfria depois de uma noite comum em braços que não tremem por te sentir. Pergunte a quem quiser – amor só é bom se doer. J.M.N.

6 comentários:

Anônimo disse...

Sorte tem a mulher por quem vc cultiva esse imenso amor, quem dera eu um dia ser amada desta forma.
"Amor que tem o teu nome em flor madura dentro de mim. Que está riscado na minha pele feito as faixas de um LP"

Muito lindo

Wagner Dias Caldeira disse...

Lindo texto. Janelas e portas da gente escancaradas para rua, pra brisa e pra chuva. O que vier será bem-vindo se for por amor.

Anônimo disse...

Ai!doeu so de ler esse texto lindo e maravilhoso que me deixou emocionada.
tenho que concordar que sempre o amor vai viver dentro de nois. se me perguntar vou te responder:
o amor doi e doi muito principalmente quando não se pode viver esse amor quando você se entrega totalmente e o sentimento não é recíproco.dói e esta doendo até agora.

Anônimo disse...

De emocionar mesmo.Muito lindo.

Camila

Anônimo disse...

Meu amigo,sempre quis saber se os poetas conseguem escrever sem deixar um pouco das sua histórias em seus textos...
Meu ombro amigo continua por aqui;
Preá

J.Mattos disse...

Linda Preazinha,

Que saudade tua.
Estamos nos devendo aquele café de fim de tarde.
Aliás, estamos nos devendo um monte de coisas. Sugiro fazermos algo antes de a dívida ser milionária.

J.Mattos

P.S. Um ombro cairia bem. rs