domingo, 18 de maio de 2008

Não cometa a gafe de morrer sem escutar 5

Por favor!

Chega de Saudade de João Gilberto é história musical contemporânea báscia. E sua música título, trilha sonora marcante dos tempos dourados da MPB.

Mesmo que você nunca tenha ouvido falar de Bossa Nova (e isso já seria preocupante), deve ter ouvido falar de João Gilberto, ou vice-versa. Aquele músico perfeccionista e com a voz baixa que treina doze horas por dia quando vai executar um tema novo, ou que sai do palco porque um relógio digital tocou na platéia etc, etc.

Conhecido (e ainda se discute a respeito) como o pai da Bossa, João Gilberto gravou este clássico em 1959 e contou com ninguém menos que Antônio Carlos Jobim como seu arranjador, para além de Copinha na flauta, Juca Guarany na bateria e o grande Rubens Bassini na percussão.

Chega de saudade revolucionou a música mundial com sua mistura de jazz e violão popular (mas não somente) e a voz suave com letras mastigadas à perfeição por João Gilberto e escritas com maestria por Vinícius de Moraes, Tom Jobim, Carlos Lyra, Ronaldo Bôscoli, e até Dorival Caymmi.

Além disso, a Bossa Nova catapultou a música popular Brasileira para as paradas do mundo inteiro, mobilizando grandes nomes do mainstream internacional como Frank Sinatra. Algumas revistas de música cultuadas ainda atribuem à Bossa Nova, o lugar de principal gênero musical lançado no século passado e um dos que maior público alcançou quando de seu lançamento.

Vale ficar na torcida para que nossos talentosos, mas agora menos presentes na mídia, músicos brasileiros, resgatem a história musical do Brasil ou inventem coisa melhor do que está ofertado por ai. J.M.N

Fica assim:

1. Chega de Saudade (Tom Jobim / Vinicius de Moraes)
2. Lobo Bobo (Carlos Lyra / Ronaldo Bôscoli)
3. Brigas Nunca Mais (Tom Jobim / Vinicius de Moraes)
4. Hô-bá-lá-lá (João Gilberto)
5. Saudade Fez Um Samba (Carlos Lyra / Ronaldo Bôscoli)
6. Maria Ninguém (Carlos Lyra)
7. Desafinado (Tom Jobim / Newton Mendonça)
8. Rosa Morena (Dorival Caymmi)
9. Morena Boca de Ouro (Ary Barroso)
10. Bim Bom (João Gilberto)
11. Aos Pés da Cruz (Marino Pinto / Zé da Zilda)
12. É Luxo Só (Ary Barroso / Luis Peixoto)

3 comentários:

Anônimo disse...

Conteúdo de boa qualidade.
Ampliar conhecimentos!

luana disse...

ahm?? aprendendo a postar nisso aqui.

luana disse...

O anônimo aí de cima é eu... agora aprendi. Rá!